Abordagem Indireta: Elimine de vez a rejeição

abordagem indireta
Faça sua abordagem de forma natural e indireta

Abordagem indireta

Hoje vamos tratar de um dos maiores dilemas do homem: a rejeição.

Saber lidar com a rejeição é fundamental para o seu desenvolvimento emocional.

Por isso… ter um “jogo interno” bem desenvolvido é tão importante para você lidar com mulheres e com situações da vida em geral.

E para ter o “jogo interno” calibrado, você precisa ter suas emoções bem desenvolvidas.

E o que isso tem a ver com Abordagem indireta?

No primeiro artigo desta série eu falei sobre abordagem direta, que é a maneira mais comum de se “chegar” numa mina.

O melhor momento para uma abordagem direta é quando ela percebe seu interesse e emite uma resposta.

Ou então, quando a mulher dá sinais de interesse em você.

O problema é que a maioria dos caras não utiliza os tipos de abordagem na hora certa, nem da maneira correta.

Outro tipo de abordagem é a situacional, considerada a maneira mais simples de iniciar uma interação.

Porque na abordagem situacional, você utiliza um acontecimento ou qualquer fator do ambiente para começar uma conversa.

Foi por isso que decidi escrever essa série de artigos. 😉

Na abordagem indireta, costuma ocorrer muita rejeição porque a maioria dos homens não sabem lidar com ela.

Por isso, eu falarei sobre como lidar melhor com a rejeição um pouco adiante. Fique comigo!

O que é Abordagem Indireta?

A abordagem indireta é exatamente o oposto da abordagem direta.

É a forma ideal para se aproximar de uma mina sem demonstrar interesse.

Basicamente, você puxa conversa de forma natural sem deixar claras suas intenções no início.

O mais importante é que isso tem um valor incalculável, pois quando você chega nela, a mulher te percebe como um homem de atitude.

Mesmo que essa aproximação seja “sem maiores interesses”. rsrsr…

Quando usar a abordagem indireta

Você pode utilizar esse tipo de approach em qualquer situação.

O mais adequado, porém, é usá-lo quando você está a fim mas ela não demonstra qualquer interesse.

Porque com a abordagem indireta você pode iniciar a interação com uma simples pergunta.

Prós e contras da abordagem indireta

Uma das vantagens de se usar essa técnica é que você sofre menos em caso de rejeição.

Pois ser rejeitado afeta diretamente as emoções da maioria dos homens.

Como eu escrevi no começo do texto, saber lidar com a rejeição é de extrema importância.

Por isso, usar uma maneira de abordar “as mina” sem ser tão impactado emocionalmente vai ajudar você a trabalhar melhor seu jogo interno.

Com a maioria dos caras ocorre exatamente o contrário: eles são impactados pela rejeição e acabam criando barreiras na mente.

Essas barreiras inconscientes geram uma sensação de fracasso ou medo de ser novamente rejeitado. 

A consequência disso é que essas lembranças virão à tona de forma inconsciente impedindo-os obter sucesso em várias áreas da vida.

Por isso, tudo o que você puder fazer para minimizar os “traumas” da rejeição é válido.

Quando um homem aborda uma mulher indiretamente, ela não tem por quê o rejeitar.

Dessa forma, o homem fica mais tranquilo para construir confiança com ela e em seguida gerar atração…

…Isso é o que eu chamo de “passe livre da conquista”.

Ao usar a abordagem indireta, você ganha mais tempo de interação com ela.

E ganhando esse tempo, você pode trabalhar o processo de sedução de forma mais confortável.

abordagem direta
Abordagem indireta pode ser feita em qualquer lugar

O #erro nº 1 na abordagem indireta

O homem costuma errar muito chegando de forma desinteressada no momento em que a mulher está “dando bola” para ele.

Porque isso ocorre?

Na maioria das vezes, a mulher emite sinais, mas o cara não está atento o suficiente…

Além disso, ele está tão ansioso que não consegue perceber esses sinais de interesse.

O problema é que, ao chegar sem demonstrar interesse quando ela está a fim, pode fazê-la interpretar você como um cara sem confiança.

E quando uma mulher percebe falta de confiança no cara, tudo o que ela estava sentindo vai por água abaixo…

…é como brochar na “hora h”.

Por esse motivo, você deve observar sempre o comportamento da mulher para perceber se ela está ou não emitindo sinais.

Ao perceber o interesse, você deve se aproximar e abordar imediatamente a mina.

Exemplos de abordagens indiretas

Opinativa: Neste tipo de abordagem você simplesmente se aproxima e pede uma opinião.

E para fazer a abordagem opinativa ficar melhor ainda, você pode usar um leve tom de diversão ou sarcasmo nas suas palavras.

Mas fique atento para não exagerar!

Exemplo 1:

Você está numa loja de roupas, vê uma mulher interessante, se aproxima e pergunta:

“Oi, qual dessas duas camisas você acha que fica melhor?”

Ou então:

“Essa camisa me faz parecer gay?”

Usando perguntas levemente engraçadas/sarcásticas ao pedir a opinião dela, certamente você vai arrancar um sorriso.

E fazendo a mina sorrir, qualquer tipo de barreira cai na hora.

Esse é o momento de você continuar a interação.


Pergunta/Informação: Você se aproxima e faz alguma pergunta comum ou pede uma informação.

Exemplo 2:

“Oi, eu sou novo por aqui… você conhece algum lugar legal onde eu possa ir a noite?”

Ou então:

“Oi, eu sou novo por aqui… você pode me dizer se é melhor o barzinho tal ou a balada x?”

Perceba que essa é uma forma muito simples e natural de iniciar uma interação. Não existe por quê a garota te rejeitar.


Metido/Divertido: Você pode ousar um pouco mais ao pedir a opinião dela sendo imprevisível e engraçado ao mesmo tempo.

Exemplo 3:

Você chega num grupo de amigas e diz:

“Eu conheço essa cara, vocês estão falando mal dos homens, né?!”

Ou: “Qual de vocês é a mais assediada?”

Se você estiver com um parceiro, pode usar essa, se dirigindo diretamente a garota que você está a fim:

“Oi, meu amigo quer saber se você me acha bonito…”


abordando indiretamente uma mulher
Seja bem humorado diante de reações inesperadas

Como se comportar diante de reações negativas

Tenha em mente que as respostas/reações podem variar de pessoa para pessoa, sempre.

Por isso, você deve ficar atento aos seguintes fatores:

  • a forma/energia que você passa na interação;
  • o  estado de espírito dela no momento da abordagem;
  • o humor habitual dela.

O importante é você entender que, independentemente da reação dela, tudo se trata de uma brincadeira, um momento de diversão.

Você jamais deve reagir negativamente quando uma mulher te der má resposta, como eu vejo muitos caras fazendo. Pelos seguintes motivos:

  1. É você quem está invadindo a privacidade dela
  2. Ela pode não estar num dia legal
  3. Ela pode não se interessar
  4. Ao reagir negativamente, você demonstra insegurança
  5. Ao reagir negativamente, você demonstra falta de confiança em si mesmo.

O mais provável é que ela goste e dê uma boa gargalhada, porém, se isso não ocorrer, haja com bom humor, sorria e siga em frente.


Conclusão: Abordagem indireta é a forma mais simples de iniciar uma interação.

Além disso, é uma ótima maneira de minimizar um dos maiores desafios do homem: lidar com a rejeição.

Abordando indiretamente uma mulher, você elimina barreiras invisíveis que possam existir, tornando natural o processo de sedução.

Por isso, essa técnica é tão incrível!

Ao usá-la nas suas abordagens você estará interagindo sem demonstrar segundas intenções, gerando maiores chances de conquistar a gata.

No próximo artigo, eu vou falar de um outro tipo de abordagem: a situacional ou abordagem de ocasião.

Digno de admiração é aquele que tendo tropeçado ao dar o primeiro passo, levanta-se e segue em frente. 

carlos fox

Se você quer aprender mais sobre COMO ABORDAR E CONQUISTAR MULHERES, ou se você está interessado em DESENVOLVIMENTO MASCULINO, assine GRATUITAMENTE minha Lista VIP


Um abraço e até a próxima!

👋